Como economizar combustível na estrada?

Quer saber como economizar combustível na estrada de uma maneira fácil, porém eficaz? Pois aqui falaremos de algumas dicas realmente importantes


Para se economizar combustível na estrada, é necessário tomar algumas precauções e pronto, no final da viagem a diferença será sentida no bolso. Aqui trazemos algumas dicas simples, porém eficazes para se economizar combustível na estada. Confira!

Sem ponto morto na "banguela"

Esta primeira dica sempre se repete quando se fala em economia de combustível, mas mesmo assim poucas pessoas cumprem. Ainda existe quem acredite que o carro estando engatado consome mais combustível do que estando em ponto morto.

Acontece que nos carros atuais, com injeção eletrônica, é muito pelo contrário. Estando em uma marcha, como por exemplo a quinta, descendo a "banguela", a injeção de combustível é cortada. O que acontece é que o computador entende na hora que nesse momento são as rodas que estão movendo o motor e não o motor que está movendo as rodas. Para a injeção de combustível seguir, basta acelerar.

Se deixar no ponto morto, o combustível segue sendo consumido, pois o computador entende que o carro está parado com o motor ligado.

Claro que essa regra já não é válida em carros carburados.

Então, se seu carro funciona com injeção eletrônica, não pense duas vezes em deixar engrenado numa marcha enquanto desce as ladeiras. Além do mais, isso é uma questão de segurança, pois o carro segue com freio motor, o motorista tem tempo de reação melhor caso tiver que realizar uma retomada brusca de velocidade e os demais itens do carro, como a direção hidráulica, seguem funcionando normalmente.

Calibragem dos pneus

manter os pneus na calibragem indicada vai fazer com que o seu motor precisa fazer menos força. Numa bicicleta, por exemplo, logo sentimos diferença quando o pneu está com pouco ar, por outro lado, nos carro essas diferença é pouco sentida. Porém, é uma diferença que, no final das contas, aparece nítida no quanto se gastou de combustível.

A calibragem certa para cada carro deve constar em seu manual. Há diferença entre os automóveis e, vale sempre lembrar, cheque a calibragem antes de viajar, mesmo que tenha enchido os pneus recentemente. Isso é bom até como medida de segurança, assegurando se o ar não está saindo além do normal.

Manter o giro baixo

Esta dica é para carros com câmbio mecânico claro. Um dos benefícios dos carros que não possuem câmbio automático é justamente o poder de controlar os giros do motor. Então, quando estiver na estrada, procure não passar dos 4 mil giros, deixando para elevar apenas nos momentos de ultrapassagem.

A condução serena trará uma bela economia de combustível na conta final.

Janelas fechadas, sim!

Esta é uma questão de aerodinâmica. Se o vento entra pelas janelas abertas, estando o carro numa velocidade de estrada, esse vento imediatamente acabará forçando o carro. Todos nós conhecemos o poder que o vento pode ter, é só sair num dia ventoso. Imagine então ele entrando em alta velocidade segurando seu veículo. Exigirá mais do motor e, consequentemente, mais combustível será gasto. Por isso, janelas fechadas deixam a aerodinâmica presente no desenho do carro trabalhar e o seu bolso agradece.

O peso também conta

Esta dica fica por último justamente porque algumas vezes é até impossível de ser cumprida, como por exemplo nas viagens de férias. Nesse caso, é normal que se leve peso no carro. Então pensar em diminuir o máximo o peso que você está carregando no veículo é essencial, mas em ocasiões onde isso pode ser feito.

Bem, mas o peso transportado no carro influi tanto assim na economia de combustível? Sim. Questão lógica, afinal de contas, quanto mais o motor forçar, mais vai precisar de giro para atingir determinada velocidade e performance. Numa ultrapassagem por exemplo, um carro com porta-malas lotado acaba precisando de uma pressionada consideravelmente maior do que um carro com o bagageiro vazio.

A solução é sempre pensar em carregar o menos possível. Pense se algo é mesmo necessário de ser levado, caso for uma viagem. Porém, há também quem viaje costumeiramente e realmente não carrega tantas coisas, mas acaba lotando o carro de coisas inúteis que só fazem peso.
Share on Google Plus

Equipe

Redação automotiva para os adoradores de carros!